Desenrola Brasil: Bancos abrem em horário estendido, com renegociação de dívidas com até 99% de desconto

Desenrola Brasil: Bancos abrem em horário estendido, com renegociação de dívidas com até 99% de desconto
Desenrola Brasil: Bancos abrem em horário estendido, com renegociação de dívidas com até 99% de desconto

O Programa Desenrola Brasil, do governo federal, promove nesta quarta-feira (22) um mutirão de renegociação de dívidas. A ação, que conta com a parceria de bancos, empresas e organizações da sociedade civil, tem como objetivo ampliar a adesão ao programa e oferecer condições especiais para os devedores.

Para participar do mutirão, as pessoas interessadas devem comparecer a uma agência bancária ou a um ponto de atendimento dos parceiros do Desenrola. As agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal abrirão uma hora mais cedo nesta quarta, às 9h, para atender a demanda.

Os descontos oferecidos pelo programa podem chegar a 99% do valor original da dívida. Os juros cobrados na renegociação são de 1,99% ao mês, e o parcelamento pode ser feito em até 60 meses.

Quem pode participar do programa?

O Desenrola Brasil abrange dívidas negativadas entre 1º de janeiro de 2019 e 31 de dezembro de 2022. Podem participar do programa pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

A primeira etapa do Desenrola, destinada à Faixa 2, renegociou R$ 15,8 bilhões de 2,22 milhões de contratos em pouco mais de dois meses, até o fim de setembro.

Além disso, 6 milhões de pessoas que tinham débitos de até R$ 100 tiveram o nome limpo. Nesse caso, as dívidas não foram extintas e continuam a ser corrigidas, mas os bancos retiraram as restrições para o devedor, como assinar contratos de aluguel, contratar novas operações de crédito e parcelar compras em crediário.

A desnegativação dos nomes para dívidas nessa faixa de valor era condição necessária para os bancos aderirem ao Desenrola.

Estudantes do Fies também podem renegociar

Além de dívidas comerciais, cerca de 1,2 milhão de estudantes ou formados inadimplentes com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) também podem renegociar as dívidas com até 99% de desconto. O devedor deve procurar a agência do banco responsável pelo financiamento.

Para renegociar dívidas do Fies, os estudantes ou formados devem acessar o site do programa e preencher um formulário. As renegociações serão realizadas de forma individual, e os descontos serão aplicados de acordo com o perfil do devedor.

A renegociação de dívidas do Fies é uma oportunidade para os estudantes ou formados que estão com o nome negativado regularizarem sua situação e retomarem os estudos ou o trabalho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *