Dólar em alta: inflação no Brasil e juros nos EUA pressionam moeda americana

NewsPopular NewsRecent News
Dólar em alta: inflação no Brasil e juros nos EUA pressionam moeda americana
Dólar em alta: inflação no Brasil e juros nos EUA pressionam moeda americana

A moeda americana foi beneficiada pela alta dos juros nos Estados Unidos e pela preocupação dos investidores com a inflação global.

O aumento do dólar é um fator negativo para a economia brasileira, pois encarece as importações e dificulta as exportações. Além disso, pode aumentar a inflação e reduzir o poder de compra da população.

O Banco Central do Brasil (BCB) vem aumentando os juros para tentar conter a inflação, mas a alta do dólar pode dificultar os esforços do BCB.

A seguir, são apresentados os principais fatores que contribuíram para o aumento do dólar nesta terça-feira:

  • Alta dos juros nos Estados Unidos: O Federal Reserve (Fed), o banco central dos Estados Unidos, anunciou na última quarta-feira, 15 de novembro, que aumentará os juros em 0,5 ponto percentual. Essa é a maior alta desde 2000. O aumento dos juros nos Estados Unidos torna o país mais atraente para investidores estrangeiros, o que aumenta a demanda pela moeda americana.
  • Preocupação com a inflação global: A inflação está em alta em todo o mundo, o que preocupa os investidores. O aumento da inflação pode levar a uma recessão global, o que também pode impulsionar a demanda pela moeda americana.
  • IPCA-15 de novembro: O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15) de novembro ficou em 0,95%, acima do esperado, que era de 0,88%. O resultado foi impulsionado pela alta dos preços dos alimentos e dos combustíveis. O aumento da inflação no Brasil também pode aumentar a pressão sobre o BCB para aumentar os juros.

O dólar deve continuar em alta nos próximos dias, à medida que os investidores continuem preocupados com a inflação global e a alta dos juros nos Estados Unidos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *