XP Investimentos: controle da empresa é transferido ao Banco XP

XP Investimentos: controle da empresa é transferido ao Banco XP
XP Investimentos: controle da empresa é transferido ao Banco XP

O Banco Central aprovou, em 5 de janeiro de 2024, a reestruturação da XP Investimentos, com a transferência do controle societário da companhia para o Banco XP, do mesmo grupo. A partir de agora, a XP Investimentos passa a ser subsidiária integral do Banco XP.

A mudança foi aprovada em assembleia geral extraordinária (AGE) da XP Investimentos em 1º de novembro de 2023. A decisão ocorreu após a XP adquirir o controle da corretora Rico em 2022.

Com a reestruturação, a XP Investimentos passa a ser uma holding de investimentos, com foco em gestão de recursos, banco de investimento e serviços financeiros.

O Banco XP, por sua vez, passa a ser a plataforma de serviços financeiros da XP Investimentos, incluindo conta corrente, crédito, investimentos e seguros.

A alteração do capital do Banco XP foi necessária para suportar o crescimento da companhia. O novo capital social do banco é de R$ 9,752 bilhões, ante R$ 1,610 bilhão anteriormente.

Impacto da reestruturação

A reestruturação da XP Investimentos é um movimento estratégico da companhia para fortalecer sua presença no mercado financeiro brasileiro. Com a mudança, a XP passa a ter uma estrutura mais simples e eficiente, com foco nos segmentos de maior potencial de crescimento.

A reestruturação também deve facilitar a expansão da XP no exterior. A companhia já atua em países como Argentina, Chile, México e Colômbia.

A reestruturação da XP Investimentos é um movimento positivo para a companhia. A mudança deve fortalecer a posição da XP no mercado financeiro brasileiro e facilitar sua expansão no exterior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *