Alepe aprova inclusão de R$ 1,1 bilhão no orçamento de 2024, contrariando o Executivo

Alepe aprova inclusão de R$ 1,1 bilhão no orçamento de 2024, contrariando o Executivo
Alepe aprova inclusão de R$ 1,1 bilhão no orçamento de 2024, contrariando o Executivo

Em sessão conturbada, a Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) aprovou, nesta quarta-feira (22), a inclusão de R$ 1,1 bilhão no orçamento estadual para 2024. A decisão contraria o posicionamento do Executivo, que havia retirado esse valor da proposta original.

A reunião foi presidida pelo vice-presidente da Comissão, deputado Lula Cabral (Solidariedade), após a presidente Débora Almeida (PSDB) e outros parlamentares da base governista se retirarem do plenário. O presidente da Alepe, Álvaro Porto (PSDB), autorizou a retomada da reunião sem a presença de Débora.

Com a reabertura da sessão, o relator, deputado Coronel Alberto Feitosa (PL), apresentou o relatório, incluindo as emendas que totalizam R$ 1,1 bilhão no Orçamento do Estado. A inclusão dos recursos foi aprovada por unanimidade com 6 votos positivos.

Oposição reage à decisão do governo de reduzir o orçamento

A aprovação da inclusão dos recursos foi comemorada pela oposição, que acusa o governo de estar tentando reduzir o orçamento de áreas essenciais, como saúde e educação. O deputado Carlos Veras (PT), líder da oposição na Alepe, afirmou que a decisão da Comissão de Finanças representa uma vitória da democracia e da autonomia do Legislativo.

O governo, por sua vez, afirmou que vai analisar a decisão da Comissão de Finanças e que pode recorrer ao plenário da Alepe. A governadora Raquel Lyra (PSDB) disse que a decisão da Comissão foi “inconsequente” e que pode prejudicar a economia do Estado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *