Bitcoin sobe próximo do maior preço do ano

Bitcoin sobe próximo do maior preço do ano
Bitcoin sobe próximo do maior preço do ano

Falas dovish de Waller sobre a economia dos EUA impulsionam criptomoeda

O Bitcoin (BTC) subiu 3%, e se aproximou do maior preço do ano, após falas dovish do diretor do Federal Reserve (Fed), Christopher Waller.

Waller disse que a economia dos Estados Unidos está desacelerando e que o Fed pode ser menos agressivo na elevação dos juros. Essa perspectiva mais moderada é positiva para as criptomoedas, que são consideradas ativos de risco.

Taxas de juros mais baixas tornam os ativos de risco mais atraentes, pois reduzem o custo do capital para as empresas e os investidores.

Além disso, o Bitcoin está se aproximando do maior preço do ano, o que também pode estar contribuindo para a sua valorização. O BTC está sendo negociado a US$ 38.144, perto dos US$ 38.422 da semana passada.

No campo macro, investidores de cripto aguardam agora a divulgação da segunda leitura do Produto Interno Bruto (PIB) do 3º trimestre, a balança comercial e o “Livro Bege”, relatório com o resumo das condições econômicas atuais da nação norte-americana.

Os dados podem refletir nos juros e, como consequência, nos ativos de risco. Taxas baixas costumam repercutir de forma positiva nas criptos.

As falas dovish de Waller foram um fator importante para a valorização do Bitcoin nesta terça-feira. A perspectiva de taxas de juros mais baixas é positiva para as criptomoedas e pode contribuir para uma continuidade do movimento de alta nos próximos meses.

No entanto, é importante estar atento aos riscos macroeconômicos, como a inflação e a guerra na Ucrânia. Esses fatores podem pesar sobre o mercado de criptomoedas e gerar volatilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *