Sete cidades concentram 50% do PIB do Tocantins, diz IBGE

Sete cidades concentram 50% do PIB do Tocantins, diz IBGE
Sete cidades concentram 50% do PIB do Tocantins, diz IBGE

Palmas, Araguaína e Gurupi registram quedas, enquanto Formoso do Araguaia e Campos Lindos crescem

O Produto Interno Bruto (PIB) do Tocantins de 2021 foi de R$ 51,8 bilhões, representam crescimento de 9,2% em relação a 2020. Conforme o Produto Interno Bruto (PIB) dos Municípios, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), sete municípios somam praticamente 50% do PIB do estado: Palmas (19,9%), Araguaína (10,1%), Porto Nacional (7,05%), Gurupi (5,1%), Paraíso do Tocantins (2,9%), Formoso do Araguaia (2,7%) e Campos Lindos (1,9%).

Em 2021, como em 2022, a economia do Estado e do País ainda foi fortemente impactada pela pandemia da Covid-19.

No ranking dos maiores PIBs, Palmas (R$ 10.333.419 bilhões), Araguaína (R$ 5.239.050 bilhões), Porto Nacional (R$ 3.649.421 bilhões), Gurupi (R$ 2.648.420 bilhões) e Paraíso do Tocantins (R$ 1.513.693 bilhão) continuam a encabeçar a lista.

No entanto, as cinco maiores quedas de participação no Produto Interno Bruto do Tocantins foram de Palmas (perda de 2,8 pontos percentuais), Araguaína (0,77 ponto percentual), Gurupi (0,72 ponto percentual), Lagoa da Confusão com 0,45 ponto percentual; e Paraíso do Tocantins com 0,39 ponto percentual.

Municipios com maiores ganhos

Já os cinco municípios com os maiores ganhos de participação foram Formoso do Araguaia, com crescimento de 1,7 ponto percentual; Porto Nacional, com 1,07 ponto percentual; Campos Lindos, com 0,86 ponto percentual; Aliança do Tocantins, 0,84 ponto percentual; e Sucupira, com 0,78 ponto percentual.

Além disso, formoso do Araguaia subiu da 16ª para a 6ª colocação e Campos Lindos, da 13ª para a 7ª.

Rio da Conceição (R$ 29.142 milhões), Oliveira de Fátima (R$ 29.469 milhões), Taipas do Tocantins (R$ 35.246 milhões), São Félix do Tocantins (36.541 milhões) e Novo Alegre (R$ 35.521 milhões) registraram os menores PIBs do estado.

Os dados do IBGE mostram que a concentração econômica do Tocantins ainda é muito alta. Sete municípios concentram praticamente metade do PIB do estado, o que demonstra a necessidade de políticas públicas que promovam o desenvolvimento regional e a diversificação da economia.

A queda de participação de Palmas, Araguaína e Gurupi no PIB do Tocantins é um sinal de que a pandemia da Covid-19 impactou fortemente a economia desses municípios, que são os principais centros urbanos e econômicos do estado.

O crescimento de Formoso do Araguaia e Campos Lindos é um sinal positivo, pois demonstra que esses municípios estão se desenvolvendo e se tornando mais importantes para a economia do Tocantins.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *